Journal

Pensamentos livres e soltos, anotados em um bloco de papel. Taiana Homobono e Thaís Braga não perdem o timing, não perdem a ideia. Escrevem sempre e sempre, mais e mais. Sobre tudo e sobre qualquer coisa. Todos os dias até o fim dos dias.

- Quando foi que tu soubeste que gostavas de homem?
- Quando foi que TU soubeste que gostavas de homem?

Vira e mexe, por mais esclarecida que me considere, cometo deslizes. Para meu amigo, nunca houve outra atração sexual que não por uma pessoa do mesmo gênero que ele. Ainda assim, passados mais de dois mil anos da era cristã, é necessário falar de direitos civis para toda e qualquer pessoa.

~ DIREITOS CIVIS ~

Garantias individuais. Respeito às escolhas de cada um - afinal, com quem ele/a se relaciona é única e exclusivamente problema dele/a.

Passados mais de dois mil anos da era cristã, é preciso esforço para desnaturalizar a concepção de união apenas homem e mulher, porque isso se trata de uma construção social e institucional. Cada um é mais do que livre para se adequar a isso ou viver da forma que melhor lhe convém.

Desde 5 de maio de 2011, o Brasil reconhece o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Se isso não é amor e respeito (comprometer-se diante da família, da sociedade e do Estado), eu não sei o que é.

Dias como hoje são importantes para se lembrar que é sempre amor. E quão sortudo é quem encontra aquele alguém para viver de "SIM" ao infinito e além! <3 <3 <3

#orgulhogay #orgulhoLGBT #pride

Arte: Tauan Bernardo